Texto principal
logotipo do visibilidade.net: Visibilidade.net, estar presente na web não basta Inscreva-se para receber na sua caixa de correio electrónico novidades do Visibilidade.net.
 

  » Início

  » Artigos

  » Contactos

  » Divertimento

  » Glossário

  » Notícias

  » Perguntas frequentes

  » Sobre

  » Utilidades
   » Subscrição

  » Facebook

Início > Artigos > O que é ter um site de qualidade?

O que é ter um site de qualidade?

Hoje em dia, é simples e barato criar um sítio web (site) na Web. Através de ferramentas como o Blogger ou o Google Page Creator, uma pessoa com conhecimentos mínimos de Informática poderá criar o seu sítio web em apenas algumas horas. Existem inclusivamente empresas que fazem sítios web gratuitos, em que o cliente paga apenas o alojamento. Se apenas quer ter um sítio web para mostrar aos seus amigos poderá fazê-lo em alguns minutos seguindo as seguintes instruções:

  1. Crie a sua página no Microsoft Word ou no OpenOffice Writer (gratuito) e grave como "Save as Web page" ou faça "Export->XHTML", respectivamente. 
  2. Crie uma conta num servidor de alojamento gratuito como o 0catch.com ou no Byethost
  3. Transfira a sua página para a conta do 0catch.com seguindo as instruções deste mesmo serviço. 

Já está na web e pode mostrar aos seus amigos o seu sítio web. 

Mas tem um sítio web de qualidade? Vamos ver. 

  • O seu sítio web recebe visitas? 
  • Tem conteúdo interessante? 
  • É rápido? 
  • É fácil de usar? 
  • Funciona bem em vários browsers
  • É acessível através de um telemóvel? 
  • As pessoas com deficiência conseguem aceder à informação no seu sítio web? Lembre-se que se não consegue ler este texto sem óculos você é uma pessoa com deficiência. 
  • Cumpre as normas de formato? 
  • O que é que ganhou em criar este sítio web? 

Se ficou satisfeito com as respostas que obteve, excelente. Não vale a pena ler mais, o seu sítio web já tem a qualidade que ambiciona. 

No entanto, se ambiciona fazer com que a informação publicada no seu sítio web seja acessível pelo máximo número de pessoas possível, há que apostar na qualidade. Um sítio web de qualidade tem de preencher requisitos de: 

  • Visibilidade: seja fácil de encontrar pelas pessoas que procurem informação nele contida; 
  • Usabilidade: seja fácil de usar depois de encontrado; 
  • Acessibilidade: seja fácil de usar por pessoas com deficiência; 
  • Portabilidade: funcione correctamente em diversas plataformas de acesso à web, como diferentes browsers ou telemóveis. 

Todos estes aspectos estão estritamente interligados e influenciam-se mutuamente, por isso não devem ser tratados de forma individual. 

Para atingir um bom resultado final é necessário contar com a participação de pessoas com formação em diversas áreas. Delegar a criação de um sítio web para um pessoa formada exclusivamente em design gráfico é insuficiente. Não nos esqueçamos que a palavra inglesa "design" quer apenas dizer desenho, embora em Portugal tenha sido adoptada para vulgarmente designar "desenho gráfico". "Web design" é o "desenho da web" e deverá incluir múltiplas perspectivas: usabilidade, acessibilidade, tecnologia, engenharia, etc..

Um sítio web de qualidade terá de ser desenvolvido por pessoas com formação em diversas áreas, incluindo você que é especialista  na informação ou serviços que gostaria de disponibilizar através do seu sítio web.

O mercado português actualmente está inundado de pessoas/empresas que fazem "sítios web" de fraca qualidade cobrando desde preços irrisórios a preços astronómicos. Se quer investir num sítio web de qualidade antes de contratar um destes serviços exija que sejam cumpridas métricas de qualidade.

Como é que eu posso avaliar a qualidade do meu site?

Parecer que um site tem qualidade é diferente de ter efectivamente qualidade. No entanto, para uma pessoa sem sólidos conhecimentos de publicação na web distingui-los poderá ser difícil.

Frequentemente, os clientes das empresas de web design gastam o seu tempo a impor os seus gostos pessoais no design gráfico do site, na esperança de assim obterem como resultado final um sítio web de qualidade. Se o cliente não for um especialista na área, esta atitude é prejudicial porque:

  • Os gostos pessoais do cliente (e do web designer) não são representativos dos gostos dos futuros utilizadores do site, sendo estes últimos que pretendemos agradar no geral. Além disso, está provado que os utilizadores da web focam-se em encontrar informação e ignoram a aparência gráfica dos sites, a não ser que esta interfira com os seus propósitos de pesquisa de informação;
  • As imposições do cliente poderão colidir com boas práticas comprovadas de web design, degradando a qualidade do site;
  • Alterações frequentes no desenho gráfico do site têm custos adicionais para a empresa de web design. O seu projecto tem um plano e custo máximo estimado pela empresa de web design. Por isso não se iluda, se para o satisfazer a empresa de web design gastar recursos adicionais a fazer alterações inesperadas ao design gráfico, existirão outras tarefas provavelmente mais importantes que serão feitas com menos recursos, como por exemplo a organização, documentação e optimização do código. Note-se que dificilmente um cliente leigo em tecnologias de informação terá capacidade de avaliar se estas tarefas foram executadas da melhor forma.

Então como é que podemos avaliar a qualidade de um site?

A resposta é na realidade muito simples:

Para que servem as páginas de um site?

Para que servem as páginas de um jornal?

Para que servem as páginas de uma revista?

Exacto! Para serem lidas pelas pessoas. Para publicar e informação e ser visitadas.

Logo, uma avaliação simples e inequívoca da qualidade de um site é, após a sua criação verificar se este tem páginas visitadas.

Poderá fazê-lo através da análise de estatísticas de acesso. Actualmente, serviços como o statCounter permitem fácil e economicamente fazer esta análise, além de outras ferramentas gratuitas como o Webalizer ou Awstats. Exija que uma ferramenta de análise de acessos seja instalada no seu site.

O número de páginas visitadas no seu site é reflexo da sua qualidade. Se o site tiver sido mal desenhado e os utilizadores não conseguirem usá-lo para encontrarem o que procuram, o investimento que fizer em publicidade para divulgar o seu site será infrutífero.

Mas atenção, se não publicar informação interessante no seu site, não espere que a empresa de web design faça milagres.

Adicionalmente, poderá tentar saber se:

  • os seus novos clientes que lhe batem à porta tomaram conhecimento da sua organização através do site;
  • os seus clientes actuais utilizam o site para obterem informação;
  • utilizadores da web têm dificuldades em usar o site.

Para análises mais aprofundadas de qualidade

O governo dos EUA (U.S. Department of Health & Human Services) emitiu um resumo baseado em centenas de estudos cientificos e opiniões de especialistas contendo 209 directrizes para a obtenção de um bom web design.  

Se quer saber se um determinado sítio web tem qualidade verifique se as principais directrizes foram respeitadas (a página 205 contem a lista das directrizes ordenadas por importância) e execute os validadores automáticos da W3C para verificar se as páginas do sítio web respeitam as normas de formato para publicação na web.

Poderá também usar ferramentas de avaliação automática de qualidade como o WebExact WatchFire, o LinkTiger ou de acessibilidade.

Na realidade, fazer um sítio web pode ser muito barato, aliás pode até ser de borla como vimos no inicio deste artigo.  

A questão é: Que objectivos pretende atingir com o seu sítio web na Web?

Artigos relacionados

 

Fevereiro, 2009
/Daniel Gomes

SocialTwist Tell-a-Friend
A sua participação é importante. Não hesite em contactar-nos.