Texto principal
logotipo do visibilidade.net: Visibilidade.net, estar presente na web não basta Inscreva-se para receber na sua caixa de correio electrónico novidades do Visibilidade.net.
 

  » Início

  » Artigos

  » Contactos

  » Divertimento

  » Glossário

  » Notícias

  » Perguntas frequentes

  » Sobre

  » Utilidades
   » Subscrição

  » Facebook

Início > Artigos > Avaliações e testes de usabilidade

Avaliações e testes de usabilidade

Uma avaliação de usabilidade é feita por um conjunto de peritos nesta área que, baseando-se em resultados obtidos em estudos científicos e em pequenas experiências, tentam identificar quais os principais problemas de usabilidade que existem num sítio web. As avaliações de usabilidade não analisam uma amostra representativa dos utilizadores do sítio web.

Este método é muito utilizado por ser relativamente barato. No entanto, mesmo os peritos não conseguem identificar 25% dos problemas reais de usabilidade de um sítio web e cerca de 50% dos problemas apontados, na prática não prejudicarão os utilizadores, levando a alterações desnecessárias.

Por sua vez nos testes de usabilidade são recrutadas diferentes pessoas por forma a ter-se uma amostra representativa dos utilizadores reais, incluindo por exemplo, pessoas de diferentes idades, sexos e escolaridade. Estas pessoas tentam executar diferentes tarefas pré-definidas usando o sítio web, enquanto que os observadores tiram notas das dificuldades encontradas e do seu sucesso ou insucesso na execução das tarefas.

Filmar os utilizadores ou pedir que "pensem em voz-alta" enquanto usam o site são técnicas que ajudam a identificar problemas de usabilidade.

Os testes de usabilidade podem (e devem) ser feitos em qualquer fase do desenvolvimento de um site, usando se necessário protótipos em papel para simular o comportamento futuro do sistema. Estes testes quando feitos nas fases iniciais de um projecto também ajudam na definição de requisitos.

Lembre-se que quanto mais tarde fizer alterações num projecto mais caras estas ficarão. O custo de fazer alterações numa fase avançada de um projecto é em média de 100 vezes superior do que se estas forem feitas durante a análise de requisitos.

Quanto mais utilizadores puder incluir nos testes melhor, mas um número entre 8 e 16 por cada teste é aceitável. No entanto, apenas com 5 utilizadores já se conseguem identificar os principais problemas de usabilidade.

Não se esqueça de explicar aos utilizadores que é o sítio web que está a ser testado e não eles e que precisa da sua ajuda para melhorar o sistema.

Após realizar os testes de usabilidade reserve bastante para analisar os resultados. Gere gráficos e reúna uma equipa competente que o ajude a interpretá-los e a propor soluções para os problemas encontrados. Se a análise for feita de forma superficial, as conclusões tiradas poderão ser erradas e o teste revelar-se infrutífero.

Após achar que resolveu todos os problemas do seu sítio web, faça um novo teste de usabilidade e verifique que isso realmente aconteceu e assim sucessivamente até obter resultados satisfatórios.

Parece-lhe trabalhoso? Tem razão.

Mas por alguma razão alguns sites têm utilizadores que lá voltam e outros não.

Para saber mais:

Learn About Evaluations-Test and Refine | Usability.gov

Learn About Usability Testing-Test and Refine | Usability.gov

Heuristic Evaluation - Usability Methods | Usability.gov

 

Janeiro, 2008
/Daniel Gomes

SocialTwist Tell-a-Friend
A sua participação é importante. Não hesite em contactar-nos.